Sunday, March 15, 2009

A TEIA

Multidisciplinaridade é a onda. Tudo tem que ter presença e/ou palpite de profissionais de diversas/diferentes áreas.
Projetos só são aprovados se tiverem presença multidisciplinar. É a chance de gente fora da área palpitar no alheio.
Pode ser bom, muito bom, ótimo, quiça excelente, não duvido.
Em uma projeto que ando participando, a revisão do plano ambiental de uma cidade, algo muito multidisciplinar, sugeri que alem das reuniões temática (multidisciplinares) se fizesse reuniões mono ou unidisciplinar. Minha idéias seria deixar a vontade ou engenheiros, ou biólogos, ou químicos, ou estes ou aqueles, que nem precisam e devem ser de áreas técnicas. para que em reuniões de suas áreas sintam-se a vontade de usar seu jargão mais técnico e avaliar todas áreas do tal plano. Minha idéia é que nestas reuniões, uma por grupo profissional de conhecimento, se fizesse a avaliação realmente técnica dos temas do tal plano ambiental.
A idéia não foi aceita, mas dois grupos de profissionais se apontaram para faer este exercício, independentemente das reuniões "oficiais". "Oficiais" pois todas serão por vontade e custo pessoal de cada um. A cidade ganhará de grátis esta revisão.
Lógicamente que quando se fala em multidisciplinaridade já salta um falando em teia. Sempre aparece alguem que fala em tecer uma teia. Sempre é belo, já ouvi teias emocionantes.
Ouço tudo, respeitosamente, mas sempre comento: para mim as teias lembram aranhas. Muitas teias são montadas para atender a aranha que monta a teia, muitas vezes com objetivos que pegar moscas, insetos, verbas, atenção, ...
No caso da tal revisão do projeto ambiental já focalizei duas aranhas, que querem protagonismo na empreitada.
Teia me lembra aranha.

1 comment:

Rafael Reinehr said...

Muito interessante: teia lembra aranha...